Revista Geotemas, Vol. 6, No 2 (6)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

AVALIAÇÃO ESPACIAL E TEMPORAL DA QUALIDADE DA ÁGUA EM RIO DE ÁREA COSTEIRA DO NORDESTE BRASILEIRO

Wanessa Kaline de Araujo Moura Gomes, Raquel Franco de Souza, Maria Cristina Crispim

Resumo


RESUMO - O objetivo deste trabalho foi avaliar espacial e temporalmente a qualidade da água do rio Doce por meio da análise de parâmetros físicos e químicos e de metais pesados. As amostragens foram realizadas bimestralmente de fevereiro a outubro de 2014. Os locais de amostragem foram denominados R2, R3, R4 e R5. A análise dos parâmetros físico-químicos evidenciou que os menores valores de Oxigênio dissolvido foram identificados nos pontos R3 e R4. Também foi possível observar diferença no comportamento dos parâmetros em relação aos meses amostrados ao longo do ano. Os resultados obtidos das análises de metais mostraram níveis acima dos limites estabelecidos pela resolução 357 do CONAMA e acima do limite de toxicidade aguda e crônica para organismos de água doce para ferro, cádmio, cobre e níquel. A alteração encontrada nos parâmetros físicos e químicos medidos em água e os resultados obtidos das análises de metais sugerem que as diversas atividades desenvolvidas no entorno da Bacia podem estar contribuindo para as variações observadas. Como fatores que influenciaram os resultados dos metais e dos parâmetros físicos e químicos pode-se destacar a proximidade de áreas agrícolas, com consequente utilização indiscriminada de agrotóxicos, o descarte inadequado de resíduos destes produtos, a proximidade de vias de tráfego, além do descarte de esgotos domésticos e crescimento urbano desordenado, observados ao longo da drenagem.

Texto Completo: PDF